Google+ Endorfinando - Paixão por Esportes: Maio 2022

sexta-feira, maio 27, 2022

Theo e eu

 


Hoje o melhor do mundo descansou, aquele que não era apenas um cachorro mas sim uma extensão minha, meu irmão que me entendia com olhar, que sabia inúmeras coisas que nunca ensinei, lembro Picotão o dia que eu te conheci, você latindo com a bola na boca no andar de cima do lar temporário, primeiro passeio e primeira lambida que ganhei sua antes mesmo de decidir te adotar. Lembro de eu ir no Petz comprar seus pratos, lembro do primeiro final de semana que você já tinha decidido que eu seria seu tutor e ficou desesperado quando entrei no mercado e você ficou com uma amiga minha me esperando, lembro dos bares que fomos juntos, lembro o quão difícil foi a primeira semana afinal, vc ficava algum tempo sozinho em um novo ambiente e eu correndo pra voltar pras suas patas o quanto antes e a festa que você fazia qd eu voltava ? Sempre pegando o primeiro objeto que via pela frente pra me dar de presente e fazia o mesmo com as visitas...

Picotão, quando começamos a bater cartão diariamente no ibira e você se sentia realizado bancando o “guardinha” das disputas caninas usando gravetos como espadas, Picotão o Ibira nunca será o mesmo sem vc, eu nunca serei o mesmo sem vc, você entrou em minha vida e eu mudei tudo pra ficar o máximo de tempo possível com vc, por isso nossa ligação era tão forte e linda, mesmo em nossas brigas a gente se entendia, vc não foi apenas o melhor cachorro do mundo mas sim o maior companheiro, parceiro, amigo, lambedor profissional tinha a melhor lambida do universo. E as brigas que vc arrumava e eu tinha que separar ?

E príncipe, o que dizer da sua doideira qd decidia que eu não podia mexer em nada que tivessse no chão que você ameaçava pegar meu calcanhar e ficava latindo, até que eu sorria e você virava para eu coçar seu rabo.

E amor, o que falar da sua força ? Vc lutou brava e lindamente por um ano, alguns vets disseram que a expectativa eram dois meses e vc lutou por um ano meu amor, surpreendendo a todos com seus lindos exames apesar de seus problemas, cachorro tão forte, lindo, alegre e paixão pela vida, tanta coisa pra escrever que literalmente dariam um livro, um filme “Theo e eu”.

Amor, me dói saber que não te conheci antes, esses quase 6 anos foram muito poucos, daria tudo pra ter te conhecido antes de qd te conheci, te-lo visto filhote, deveria ser o pastorzinho srd mais marrento e fofo do mundo.

Não sei da sua vida antes de mim amor mas espero que você tenha curtido sua vida pós eu, afinal, praticamente ficamos grudados o tempo todo, espero que tenha curtido os bares, passeios, parques quase que diários, conversas, confusões.

Ontem quando você devorou aquele coco eu fiquei feliz e ate vislumbrei que pudéssemos passar mais tempo juntos mas não deu.

Theo príncipe, te amo e te amarei pra sempre, serão dias duros, difíceis mas espero que você esteja bem, correndo com seus gravetos arbitrando os cachorros no ceu e se lembre com ternura de nós dois, eu vou tentar seguir Theo...

E também uma porrada de pessoas que eu queria agradecer, pessoas que de alguma forma o Theo conquistou, obrigado pelo carinho de vocês. Pela turma do pet shop pantanal que amava o Theo gratuitamente, a vet Cirlene que tentou recuperar o tempo perdido, pela Dra Samantha e equipe que tentaram, pelo Dr Gustavo que deu o melhor dele, pela equipe dele também, pela turma do laboratório Naya que sempre com carinho nos recebeu, pelos amigos dele no parque que sempre se alegravam ao ve-lo, excurcao Darth, Kris, Bruna e tantas outras pessoas que cruzamos. Obrigado meu olhinho manchado.

Google+