Google+ Endorfinando - Paixão por Esportes: Éramos Sete...

segunda-feira, novembro 21, 2011

Éramos Sete...


É, hoje tive que deixar minha linda Cintia partir, filha da Nina (que também nos deixou em maio deste ano) com o gordinho Juca, a Cintia partiu cedo, aproximadamente 6 pra 7 anos.

Não sabemos se devido algo que ocorreu enquanto era filhote mas ela sempre teve medo de humanos, nunca interagiu muito a não ser quando vinha receber seu ossinho e comida...ou quando tinha um portão separando ela dos humanos, ai ela abanava o rabo.

Cachorra diferente mas não menos querida, as vezes me questiono algumas coisas sobre a eutanásia mas...é justo você deixar seu animal deitado, sem conseguir levantar para urinar e/ou defecar, tomar agua, fazendo isso com mta ajuda apenas, pura pele e osso ??


É difícil, duro tomar esse tipo de decisão mas...


Espero que essa minha querida filha canina tenha descansado e que reencarne logo e tenha uma vida melhor ainda.Já com muita dor e com saudades, adeus Cintia... se encontrar a Nina do outro lado, de uma lambida nela por mim.

"

É tão estranho
Os bons morrem jovens
Assim parece ser
Quando me lembro de você
Que acabou indo embora
Cedo demais...

Quando eu lhe dizia:
"Eu me apaixono todo dia
E é sempre a pessoa errada."
Você sorriu e disse:
"Eu gosto de você também."

Só que você foi embora
Cedo demais...

Eu continuo aqui
Com meu trabalho e meus amigos
E me lembro de você em dias assim
Dia de chuva, dia de sol
E o que sinto não sei dizer.

Vai com os anjos, vai em paz!
Era assim todo dia de tarde
A descoberta da amizade
Até a próxima vez...

É tão estranho
Os bons morrem antes
Me lembro de você
E de tanta gente que se foi
Cedo demais...

E cedo demais
Eu aprendi a ter tudo o que sempre quis
Só não aprendi a perder
E eu, que tive um começo feliz
Do resto não sei dizer.

Lembro das tardes que passamos juntos
Não é sempre, mas eu sei
Que você está bem agora
Só que este ano
O verão acabou
Cedo demais... "

Nenhum comentário:

Google+